Notícias Xanxerê Entretenimento

Acadêmicos de Medicina Veterinária realizam mais uma edição do teatro educativo

Por: Ulisses Junior Longhi
ulisses.longhi@unoesc.edu.br
06 de Junho de 2014

Nas campanhas públicas de saúde, como as de prevenção a doenças infectocontagiosas, é comum a participação de personagens – veja-se o caso do Zé Gotinha, presente nas campanhas de vacinação contra o vírus da Poliomielite. Para divulgar hábitos saudáveis vinculados à saúde pública, acadêmicos do curso de Medicina Veterinária, da Unoesc Xanxerê, utilizaram expediente semelhante.

Neste caso, os personagens foram Branca de Neve e os Sete Anões, super-heróis e protagonistas de contos de fada, representados por acadêmicos da 7ª fase do curso, durante mais uma edição do teatro educativo, realizada ontem (05) na EMEB João da Cruz e Souza (localizada no Bairro Monte Castelo, de Xanxerê).

Durante cerca de quatro horas, os acadêmicos encenaram situações que envolviam as diferentes maneiras de prevenir determinadas doenças e os cuidados básicos que se deve ter com a higiene pessoal, além do conhecimento sobre o controle de zoonoses – termo que designa as doenças e infecções transmitidas para o homem através dos animais.

Assistindo atentamente à performance dos acadêmicos estavam estudantes de seis turmas da escola, entre Pré I, II e 1º Ano. Ao final das apresentações, houve uma atividade de integração, com os acadêmicos de Medicina Veterinária distribuindo lembrancinhas para os alunos da escola. Além disso, na oportunidade, também foi lançada uma campanha de arrecadação de alimentos, intitulada “Alimente sorrisos”.

O teatro foi roteirizado pelos próprios acadêmicos, após proposição feita pela professora Jackeline Karsten Kirinus, responsável pelo componente curricular de Saúde Pública.

– O componente aborda os principais conceitos relacionados à promoção de saúde física e mental por meio de ações organizadas na comunidade. Além disso, visa a promover conhecimentos sobre como diagnosticar e prevenir infecções de potencial zoonótico, prezando por assegurar aos indivíduos da comunidade um padrão de vida minimamente compatível com a manutenção da saúde. Por isso, nossa ideia de realizar o teatro educativo – justifica a professora.

Na sua avaliação, o teatro educativo atingiu seus objetivos.

– Os acadêmicos demonstraram alta capacidade de criatividade, senso crítico, empenho com a confecção das fantasias e roupas que foram utilizadas para o desenvolvimento do teatro educativo, além de preocupação com o bom andamento das atividades – analisa.

A edição anterior do teatro educativo foi tema de reportagem que pode ser acessada aqui.

Galeria de Fotos

Comentários

Voltar Imprimir Notícia
Acesse o site da Unoesc pelo seu celular.