Notícias Chapecó Acessibilidade

Estudantes da Unoesc Chapecó realizam atividade prática de Libras em pizzaria

Por: Gabriela Volkweis Stocco
gabriela.stocco@unoesc.edu.br
09 de Julho de 2015

Todo mundo gosta de ser bem atendido quando precisa de algum serviço e isso inclui ser compreendido pela pessoa que está prestando o atendimento. Mas será que todas as pessoas conseguem ser compreendidas quando precisam fazer um pedido a alguém. Imagine a situação de uma pessoa com deficiência auditiva que vai a um restaurante e precisa se comunicar com o garçom. Pode não ser uma tarefa fácil, se a pessoa que estiver do outro lado não conseguir compreendê-la.

Para estimular o aprendizado da Língua Brasileira de Sinais, a professora do componente curricular Libras e intérprete da Unoesc Chapecó, Marineiva Moro de Oliveira, propôs uma atividade diferenciada aos acadêmicos dos cursos de Educação Física, Ciências Contábeis e Administração.

Eles foram a uma pizzaria e deveriam se comunicar, entre eles, com a professora e com os atendentes, apenas por meio da Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS).

De acordo com a professora a atividade proporciona a aprendizagem prática da Libras e desperta o interesse dos estudantes em conhecer mais da cultura surda.

— A sensação de não ser entendido, acaba aproximando o ouvinte do cotidiano do surdo — comenta.

A professora ressalta que a sociedade ainda não está preparada para atender os surdos e, por isso, existe a necessidade de desenvolver ações e espaços que promovam esse aprendizado.

Para a estudante do curso de Educação Física, Adriana Regina, cursar a disciplina de Libras foi muito interessante e estimulador.

— Os questionamentos da professora e a maneira que as aulas foram conduzidas nos desafiaram a nos inserir em outra cultura — disse.

Comentários

Voltar Imprimir Notícia
Acesse o site da Unoesc pelo seu celular.