Notícias Chapecó Inovação Palestra

Lições de Empreendedorismo e Inovação marcam o início da Conferência de Inovação em Chapecó

Por: Gabriela Volkweis Stocco
gabriela.stocco@unoesc.edu.br
20 de Outubro de 2015

Reconhecido como uma das maiores autoridades em empreendedorismo no Brasil, o professor doutor em Administração e sócio proprietário da Lebre Consulting, Marcos Hashimoto, abordou as “Lições de Empreendedorismo e Inovação”, nesta segunda-feira (19), durante a abertura da Conferência Regional de Inovação e Empreendedorismo 2015 (CRIE), no Parque da EFAPI, em Chapecó.  

O evento, que integra a programação da Semana Nacional da Ciência e Tecnologia, é realizado pelo Centro de Gestão e Empreendedorismo da Unoesc Chapecó e pelo Sebrae, com apoio do BRDE, FIESC, SESC, ACIC, SICOM, CDL Chapecó e Santander. Participaram estudantes, professores, representantes de organizações inovadoras, incubadoras e pré-incubadoras, empresários, investidores e a imprensa.

Na abertura, o vice-reitor da Unoesc Chapecó, professor Ricardo Antonio De Marco, o coordenador regional do oeste do Sebrae/SC, Enio Albérto Parmeggiani, a diretora de Núcleos Setoriais da ACIC, Carla de Almeida Martins Basso, o diretor de pesquisa e Estatística do Sicom, Ernani Zottis, o representante da CDL Chapecó, Paulo Cerutti e o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Diógenes Lang, ressaltaram a importância do evento para fomentar o desenvolvimento científico, a inovação e o empreendedorismo no âmbito regional e nacional.

— Como instituição, temos o compromisso de promover a inovação para que ela efetivamente contribua com o desenvolvimento de iniciativas que contribuem para a formação profissional e empreendedora. A universidade está voltada ao desenvolvimento econômico e social da região e, por isso, devemos apoiar ações desta natureza, incentivando a capacidade de inovar — destacou De Marco.

Parmeggiani valorizou a parceria com as entidades e instituições envolvidas na CRIE e nas demais ações da Semana da Ciência e Tecnologia, enfatizando que toda a programação se caracteriza pela integração, em um ambiente de convergência, que gera oportunidades de conhecimento e troca de experiências.

— Tudo isso resulta no desenvolvimento de habilidades que estimulam novas ideias e potencializam diferenciais competitivos — observou.

PALESTRA

Por meio da apresentação de exemplos práticos de trajetórias empresariais bem-sucedidas e de ideias empreendedoras, o palestrante Marcos Hashimoto abordou as lições coletadas ao longo dos anos para servir de inspiração a jovens empreendedores. Iniciou sua explanação destacando que empreender é fazer algo diferente, que tenha alto valor para alguém, assumindo os riscos necessários com determinação e segurança.

Em seguida, apresentou as histórias empreendedoras e mencionou lições como: empreendedorismo não tem idade, todos são empreendedores, desenvolver um plano de negócios, aprender com o fracasso, trabalhar em equipe, fazer uma rede de contatos, entre outros.

Hashimoto também falou sobre a importância de “aprender a desaprender” porque excesso de informação pode trazer problemas e impedir o crescimento. Segundo ele, é preciso “saber esvaziar a xícara”, livrar-se de conceitos antigos e obsoletos, que até fizeram sentido no passado, mas que no momento limitam a capacidade de pensar diferente.

— Questionar o conhecimento ajuda a quebrar padrões e encontrar espaços vazios para novas ideias e oportunidades de negócio — disse.

Ao comentar a importância da inovação, ressaltou que lançar um produto ou serviço é o que coloca um empreendedor no mercado. No entanto, para crescer, é necessário repensar o negócio constantemente, planejar e investir em práticas inovadoras.

Galeria de Fotos

Comentários

Voltar Imprimir Notícia
Acesse o site da Unoesc pelo seu celular.