Notícias Chapecó Inovação

Painel de oportunidades encerra programação da CRIE 2015 na Unoesc Chapecó

Por: Gabriela Volkweis Stocco
gabriela.stocco@unoesc.edu.br
27 de Outubro de 2015

Cerca de 40 pessoas, representantes de pequenas, médias e grandes empresas participaram do Painel de Oportunidades. O evento integrou a programação da Conferência Regional de Inovação e Empreendedorismo (CRIE), realizada pela Unoesc Chapecó em parceria com o Sebrae, na última semana.

O consultor Silmar Heck apresentou a metodologia do painel, a qual prevê a exposição do sistema de compras adotado por empresas âncoras. Na sequência, as demais representantes expuseram sua área de atuação. O painel encerrou com um momento para troca de cartões e esclarecimento de dúvidas individuais dos participantes.

No painel, as empresas Cooperativa Regional Alfa, Hospital Regional do Oeste (HRO) e a Prefeitura Municipal de Chapecó expuseram como funciona o seu sistema de compras e as respectivas necessidades de cada uma das instituições.

De acordo com o gerente de suprimentos da Cooperalfa, Gentil Luiz Santin, a empresa que desejar vender seus produtos ou serviços para a cooperativa deve atender todas as exigências da legislação e estar em dia com as obrigações fiscais e contábeis. O gerente observou ainda que as negociações de preços são conduzidas por colaboradores específicos do setor de compras, ou seja, os técnicos de outras áreas não negociam valores para manter a isenção no processo de escolha do fornecedor.

Segundo o responsável pelas compras e licitações do HRO, Carlos Henrique Jorge, no hospital, as compras são realizadas por meio de licitação pública, obedecendo a política do menor preço. Os interessados em vender para o hospital devem consultar a Plataforma Bionexo, pois é por meio desta ferramenta on-line que as necessidades de insumos e os serviços para o hospital são expostos.

Por fim, o secretário de Desenvolvimento Econômico de Chapecó, Diógenes Lang, citou as licitações, tomadas de preço, carta convite, concorrência pública, entre outras formas de compras realizadas pelo município. Diógenes Lang ressaltou a obrigação do poder público em garantir a isonomia entre os possíveis fornecedores de serviços e produtos, dando condições iguais de concorrência. Lang também falou sobre a independência da Secretaria Municipal de Saúde em gerir suas próprias contas, porém, obedecendo todos os princípios necessários do processo de compra isento e responsável.

A coordenadora da CRIE 2015, professora Inocencia Boita Dalbosco, destaca que eventos desta natureza são extremamente importantes para a abertura de mercado e a ampliação da rede de relacionamentos das empresas participantes.

Galeria de Fotos

Comentários

Voltar Imprimir Notícia
Acesse o site da Unoesc pelo seu celular.