Página inicial O que acontece Estudantes de Zootecnia realizam visitas técnicas
Não categorizado Notícia Xanxerê

Estudantes de Zootecnia realizam visitas técnicas


Os estudantes do curso de Zootecnia da Unoesc Xanxerê realizaram duas visitas técnicas ligadas à “Disciplina Complementar I”, ministrada pelo professor Daniel Augusto Barreta.

A primeira viagem ocorreu no dia 13 de junho, à unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), em Concórdia-SC, onde assistiram a duas palestras. A primeira delas tratou de carne cultivada em laboratório, um tema em ascensão e que desperta curiosidade do público em geral, com a pesquisadora Doutora Vivian Feddern, que apresentou o andamento das pesquisas da unidade com carne cultivada, assim como um breve histórico e perspectivas desse “novo produto”.

A segunda palestra foi ministrada pela Doutora Ana Paula Bastos, que discorreu sobre “Avanços tecnológicos na suinocultura e avicultura na área de sanidade”. Em linhas gerais, a pesquisadora apresentou o potencial de uso da nanotecnologia na produção animal, destacando o papel que pode exercer no desenvolvimento de vacinas e na segurança alimentar da cadeia de proteína animal.

Na segunda etapa da visita, os estudantes realizaram um tour pelas instalações da Embrapa, visitando as instalações de suinocultura e avicultura, composteira, unidade de tratamento de dejetos, entre outras.

Na percepção da estudante da nona fase do curso, Alexsandra Rotava, a viagem permitiu uma visão além da Universidade.

— Me fez enxergar o quão incrível é obter conhecimento e o quanto as linhas de pesquisa, com suas principais descobertas e inovação, são importantes para a sociedade — comentou Alexsandra.

A segunda visita técnica ocorreu no dia 20 de junho, na cabanha São Sepé, em Chapecó-SC. A propriedade atua no segmento de bovinocultura de corte, produção de grãos e de nozes pecan. A área cultivada com lavoura no verão é com pastagens durante a estação fria, o que caracteriza o sistema como Integração Lavoura-Pecuária (ILP).

O proprietário da fazenda, senhor Iriberto Tozzo, recebeu os estudantes e guiou a visita nas áreas da propriedade. Por ter formação em Zootecnia, o pecuarista e empresário tratou de diversos assuntos com os acadêmicos: foram discutidos tópicos como gestão da propriedade rural, fertilidade de solo, conformação e seleção genética de bovinos de corte, forragicultura, entre outros. A fazenda conta com 300 matrizes da raça Charolês e destaca-se na venda de reprodutores a outras propriedades de Santa Catarina e fora do estado.

Um ponto bastante debatido pelo grupo foi a integralização dos conhecimentos, ou seja, a necessidade do zootecnista compreender a propriedade como um sistema, no qual o conhecimento de diversas áreas precisa ser conectado para otimizar o uso dos recursos e promover uma produção animal sustentável.

O estudante Cleverson Sbruzzi percebe a importância da visita.

— Foi muito interessante! Vimos e escutamos histórias de vida e discutimos manejos que uma propriedade precisa ter para se tornar rentável, que não deve depender de uma única fonte de renda e sim de diversas, pois o mercado tem muitas oscilações, e outras rendas irão ajudar e dar segurança — pontuou Cleverson.

Para o professor Daniel, esse tipo de visita é importante para complementar os conteúdos propostos na disciplina.

— Acredito que os objetivos foram cumpridos ao visitarmos uma unidade de pesquisa e uma propriedade rural, cobrindo as áreas de suínos, aves e bovinos, que são extremamente importantes para o Oeste de Santa Catarina — mencionou o professor.

A Coordenação do curso de Zootecnia agradece a disposição da Embrapa e da cabanha São Sepé em receber os estudantes. Essa atividade é fundamental na formação acadêmica dos futuros zootecnistas.

Receba as novidades da Unoesc

Usaremos seus dados para entrar em contato com você sobre informações correlacionadas que podem ser de seu interesse. Você pode cancelar o envio da divulgação, a qualquer momento. Para mais detalhes, leia nossa política de privacidade.