Página inicial O que acontece Seminário realizado na Unoesc debate sobre longevidade, ciência e saúde
Não categorizado Seminário Joaçaba

Seminário realizado na Unoesc debate sobre longevidade, ciência e saúde

O Brasil está envelhecendo. Essa afirmação diz respeito a uma mudança no perfil da sociedade brasileira, com o crescimento da população com mais de 60 anos acompanhando uma tendência mundial, e foi para debater sobre o assunto que o curso de Medicina e o Mestrado de Biociências e Saúde da Unoesc Joaçaba, realizou, no dia […]


O Brasil está envelhecendo. Essa afirmação diz respeito a uma mudança no perfil da sociedade brasileira, com o crescimento da população com mais de 60 anos acompanhando uma tendência mundial, e foi para debater sobre o assunto que o curso de Medicina e o Mestrado de Biociências e Saúde da Unoesc Joaçaba, realizou, no dia 21 de outubro, o “1º Seminário em Longevidade: Desafios, perspectivas e novas possibilidades em intergeracionalidade”. O evento foi realizado no Auditório Afonso Dresch.

Dados do IBGE apontam que até 2060 existam mais de 58,2 milhões de idosos no país, enquanto que a expectativa de vida atual do brasileiro está em 76,6 anos e, por isso, as palestras envolveram temáticas diversas, como: envelhecimento ativo, independência funcional do idoso, assistência aos idosos, perspectivas e novas possibilidades em intergeracionalidades, entre outras. Também foram realizadas duas mesas-redondas aprofundando os temas explanados.

— A ampliação do tempo de vida não pode se tornar um fardo. Os idosos precisam se sentir úteis e acolhidos e foi isso que buscamos discutir durante esse Seminário — afirmou o coordenador do curso de Medicina da Unoesc, professor Dr. Leandro Giacomello.

Além da presença de profissionais da área da saúde, participaram do evento acadêmicos, mestrandos, alunos de cursos de cuidadores de idosos e idosos do município.

— A presença de um público diverso oportunizou a discussão de como a sociedade está preparada para lidar com esse idoso que está vivendo cada vez mais, além de como podemos dar a eles mais qualidade de vida e como está a atenção do poder público para essas questões — afirmou o médico Maurício Müller Peruzzo.

— Buscamos falar do envelhecimento como um processo natural e que deve ocorrer de forma saudável e os feedbacks recebidos foram muito positivos — avaliou a coordenadora do Mestrado de Biociências e Saúde, professora Dra. Fabiana Meneghetti Dallacosta.

 — A Unoesc, por meio de acadêmicos e professores do curso de Medicina, busca atuar de forma contínua em parceria com programas e atividades na comunidade, com o objetivo de qualificar o processo de envelhecimento da população com foco no cuidado e na intergeracionalidade. O evento do Seminário encerrou uma série dessas atividades de extensão realizadas junto aos idosos de Joaçaba, entre os meses de setembro e outubro e foi sucesso — afirmou a professora do curso de Medicina e membro da organização do evento, Paula Kleber.

Receba as novidades da Unoesc

Usaremos seus dados para entrar em contato com você sobre informações correlacionadas que podem ser de seu interesse. Você pode cancelar o envio da divulgação, a qualquer momento. Para mais detalhes, leia nossa política de privacidade.